pcm300130

132º Pão com Manteiga – A importância da empatia nas relações interpessoais e os ganhos para a comunicação

“Sou uma traficante de saberes”

Ouvimos essa frase logo depois de um contagiante, bom dia de Malena Segura Contrera. Doutora em Comunicação e Semiótica, especialista em Comunicação, Mídia e Imaginário, psicoterapeuta Junguiana, especialista em Mitologia e convidada para o 132º PCM, Malena tocou a todos nós. Não só pelo seu profundo conhecimento, como também pela riqueza de estudos e a formação de um repertório muito consistente e diversificado. A justificativa para ela ter entrado no universo da comunicação é clara: “a comunicação não é só de uma esfera social ou profissional, ela é vida”.

 

O Universo das Encenações

A comunicação que está em cena no ambiente corporativo é fruto de uma série de relações, muitas vezes de poder e hierarquia, antes de empatia e verdade. E mais, os negócios que se estabeleceram no modelo capitalista estão em crise, porque o sistema econômico assim está.

A criação do movimento de consumo do século XX, com base na ideia de particularidade, de singularidade, mostrou-se perversa, mas, segundo Malena foi necessária para nos diferenciarmos, para sairmos da massa. Por isso acreditamos que temos mais diferenças do que pontos em comum, quando na verdade não. Diante da falência do modelo e da não instauração de um modelo substituto, é necessário resgatar a consciência da base comum. O que Malena observa no consultório, são mal-estares deste século, que provocam vazio, depressão, medo, insegurança e que afetam a comunicação e as relações humanas.

“O trabalho inflou e ocupou todas as esferas da vida”, e o que pode ajudar a nos reconectar ao sentido, é a empatia, afirma Malena. Mesmo com tantos aparatos tecnológicos não conseguimos gerar vínculos, geramos conexões e conexão é técnica, não é vínculo.

Empatia – afetar e ser afetado

Controvérsias ou resistências à parte, o que Malena destaca é que vínculo é humano, precisa de sentimento e de emoção. Para ela, o remédio para a Era da Apatia, é a empatia, que se estabelece pelo contato, pois o homem se apropria do mundo diante do espaço que ele ocupa. Um espaço 100% virtual representa um homem morto. Portanto, não dá para provocar empatia sem a dimensão do corpo, sem estar presente. Ao fazer analogia com um estudo feito com primatas, descobrimos que a empatia é uma habilidade humana, que veio deles.

Quando um gesto não é verdadeiro, percebemos inconscientemente. A somatória de micro gestos nos impacta a todo tempo e nos leva a sentir simpatia ou antipatia.

Isso porque somos movidos à afetividade e ao cérebro límbico. E ligados à emoção, que é um gesto do corpo.

 

Comunicação é negociação

 A figura mitológica que Malena trouxe para o encontro foi a de Hermes, num apelo claro para que os comunicadores sejam flexíveis, mas fiéis aos seus valores e desenvolvam a capacidade da negociação. Filho de Zeus, Hermes é o Deus da Comunicação e do consumo, rei dos ladrões, que não levava o poder a sério. Para ela, adotar a postura hermética no ambiente corporativo é fundamental, pois não dá para ser Atenas, ético 100% do tempo, tudo no fio da navalha. Há de se negociar, ora atendendo aos interesses da empresa, ora dos stakeholders. O capital é um dos valores, mas não pode ser o único.

 

Empatia e competência comunicativa

 Convença-se que:

  1. Por que comunicação é tão central? Porque qualquer ação comunicativa tem que conter o interesse um pelo outro.
  2. O que há de efetivamente humano em nossas relações? A verdade é fundamental, que leva ao interesse legítimo um pelo outro.
  1. A tecnologia nos traz, mas o que ela nos tira? A comunicação em rede, por meio da tecnologia, nos levou a uma comunicação interpessoal.

Ouvir Malena foi mágico. Entender, concordar e aceitar seus conselhos pode fazer a diferença para aquele que deseja provocar o contágio, a começar pela liderança das organizações. Pense nisso, seja propositivo em seu Plano de Ação 2018, compartilhe conosco e sucesso!


Referências, livros, artigos e exposições

 A Teia da Vida de Fritjof Capra: https://goo.gl/1F7Crv

 Nada Brahma: a música e o universo da consciência de Joachim-Ernst Berendt: https://goo.gl/R63yev

Campos Morfológicos por Rupert Sheldrake: https://goo.gl/5qcykR

 “Museu da Empatia” chega a São Paulo: https://catracalivre.com.br/sp/agenda/gratis/museu-da-empatia-convida-olhar-o-outro-no-parque-do-ibirapuera/

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>